Localização Pronutrir

Estou em:

Pronutrir Cariri

O rastreamento de câncer visa detectar alterações pré-cancerígenas (prevenção) ou lesões de câncer inicial, onde a chance de cura é maior. Nem todos os tipos de câncer podem ser rastreáveis, seja porque não se consegue encontrar alterações precoces com os métodos convencionais ou porque sua ocorrência é muito rara na população geral. No geral, estes são os métodos normalmente utilizados:

  1. Mama: mamografia a cada 2 anos dos 50 aos 69 anos.
  2. Colo uterino: exame de Papanicolau anual durante a vida sexual, dos 25 aos 64 anos.
  3. Estômago: endoscopia de pacientes sintomáticos.
  4. Cólon: pesquisa de sangue oculto nas fezes anual a partir dos 50 anos.
  5. Próstata: PSA + toque retal anual dos 50 aos 79 anos.
  6. Pulmão: tomografia de tórax sem contraste anual para fumantes e ex-fumantes PESADOS dos 50 aos 79 anos.
  7. Pele: exame dermatológico de lesões de pele que mudam de características (ABCDE).
  8. Boca: exame odontológico das lesões orais que duram mais de 15 dias.

O rastreamento do câncer pode mudar de acordo com o risco individual. Para isto, o médico deverá arguir sobre a história pessoal de exposição a fatores de risco e sobre casos de câncer na família. O que não podemos esquecer é que prevenir o câncer se faz com hábitos saudáveis:

  1. Dieta à base de frutas e verduras.
  2. Reduzir o consumo de álcool, gorduras saturadas e carnes vermelhas.
  3. Evitar o tabagismo.
  4. Controlar o peso.
  5. Praticar atividade física regularmente.

Fonte:

https://www.inca.gov.br/tipos-de-cancer

https://www.acr.org/Lifelong-Learning-and-CME/Learning-Activities/Lung-Cancer-Screening-Education

https://www.nccn.org/professionals/physician_gls/default.aspx#detection